Pacto pelo Esporte alcança grande visibilidade na camisa do Flamengo

O Pacto pelo Esporte obteve no domingo(24), estampado nas costas da camisa do Flamengo, a maior divulgação já alcançada desde que foi criado, em outubro de 2015. A marca atingiu cerca de 30 milhões de pessoas com a audiência da transmissão da partida pelas TVs Globo e Bandeirantes e a presença em sites, blogs e jornais de todo o país. O jogo, válido pela semifinal do Campeonato Carioca, foi vencido pelo Vasco por 2 a 0 e obteve a maior audiência do ano aos domingos na TV Globo (28 pontos com 53% de share). Além disso, a Arena da Amazônia recebeu 44 mil torcedores. “Na camisa do Flamengo, o Pacto pelo Esporte alcançou milhões de pessoas, divulgando assim a iniciativa que reúne algumas das maiores empresas do Brasil e é fundamental para a transparência e a ética na gestão esportiva”., afirmou Raí, diretor da Atletas pelo Brasil. O Flamengo é apoiador do Pacto pelo Esporte desde seu lançamento e já se comprometeu a ser avaliado por...

“Pacto Pelo Esporte” na camisa do Flamengo

O Flamengo estampou em sua camisa, no domingo, dia 24, a logomarca do “Pacto Pelo Esporte”. Foi na semifinal do Campeonato Carioca, em Manaus, contra o Vasco, disputada em uma Arena da Amazônia lotada e com transmissão ao vivo pela TV – em canais abertos e fechados. Uma grande visibilidade para o “Pacto pelo Esporte” em todo o país. O jogo teve um público de 44 mil torcedores e o Vasco venceu o Flamengo por 2 a 0, garantindo vaga na final do Campeonato Carioca contra o Botafogo. “A conformidade com os princípios do “Pacto pelo Esporte” é mais uma marca atingida pelo Flamengo, que esteve à frente da formulação e da aprovação do Profut. Nos reconhecem como clube cidadão e, por isso, somos vencedores de vários prêmios relativos à transparência e à qualidade de governança. Essa é uma marca do nosso clube e que só renderá frutos positivos”, ressalta Eduardo Bandeira de Mello, presidente da agremiação. Alexandre Rangel, sócio da Ernest & Young, destaca o seguinte: “Através da adequação final ao Pacto pelo Esporte, o Flamengo se credencia a fazer parte de um conjunto muito limitado de entidades esportivas que podem receber patrocínios e investimentos de grandes empresas nacionais e multinacionais que prezam pelo cumprimento dos mais elevados padrões de governança corporativa. Para nós da EY, parceiros e patrocinadores dos esportes Olímpicos do Flamengo, é motivo de satisfação e tranquilidade saber que os nossos investimentos e, no fim, a nossa marca, está sendo tratada com seriedade e profissionalismo conforme indicado pelos preceitos do ‘Pacto pelo Esporte'” O ex-jogador Raí, diretor da Atletas pelo Brasil, agradeceu pelo apoio: “Esta...

Pacto pelo Esporte é tema de reportagem do GIFE

O Pacto pelo Esporte – acordo firmado entre empresas patrocinadoras por uma gestão mais profissional, moderna e eficiente no esporte – foi tema de reportagem do GIFE. A iniciativa da Atletas pelo Brasil, Instituto Ethos e LIDE Esporte foi lançada em outubro de 2015 com 20 empresas que se comprometeram com a mudança no patrocínio do esporte brasileiro. “É uma iniciativa inédita no esporte e traz muito pioneirismo por parte da iniciativa privada, que quer mudar essa situação de falta de governança ainda presente neste campo, com muito risco de corrupção. Temos visto, nos últimos meses, muitos escândalos na área esportiva. Além disso, as empresas acreditam no esporte, colocam recursos no campo e, muitas vezes, não obtém o retorno esperado. O esporte é uma área que precisa avançar em termos de eficiência e transparência. Por isso, o Pacto vai deixar um legado”, ressalta Daniela Castro, diretora-executiva da Atletas pelo Brasil. Para consultar a reportagem completa, clique aqui:...

Atletas pelo Brasil lança a websérie “Temos um Pacto” no Avesso TV

Ex-atletas como Ana Moser, Raí, Mauro Silva, Gustavo Borges e Magic Paula falam sobre os diversos aspectos do acordo e seu impacto tanto para entidades esportivas como para o desenvolvimento do esporte de um modo geral. O Pacto pelo Esporte é voluntário e visa definir regras e mecanismos nas relações de investidores com entidades esportivas, como confederações, federações e clubes. As cláusulas tratam das novas condições nas áreas de gestão, governança e transparência para melhoria dos patrocínios feitos pelas empresas às entidades. “O Pacto não é nenhum poder público. É uma relação dentro da sociedade civil, mas que preza pelas regras previstas em lei. É o caminho de construção de um esporte muito melhor para o futuro”, comenta Ana Moser, presidente da Atletas pelo Brasil, ONG articuladora do Pacto junto com o Instituto Ethos e o LIDE Esporte. O acordo foi lançado com a participação vigente de 20 empresas signatárias, dentre as quais as maiores do Brasil nos segmentos de aviação, alimentos, educação, finanças, varejo esportivo, entre outros. De acordo com Jorge Abrahão, presidente do Instituto Ethos, “as empresas têm uma capacidade enorme de induzir, porque geram informação, têm capacidade de convocação, capacidade financeira e você pode de alguma maneira utilizar esses potenciais para transformação.” O Pacto é uma iniciativa de longo prazo e pretende aumentar os patrocínios às entidades e ao esporte, a fim de garantir a credibilidade e a segurança do investimento. Com isso, espera-se que o esporte seja ainda mais valorizado. São signatárias do pacto: Aché, Banco do Brasil, Bradesco, BRF, Carrefour, Centauro, Coca Cola, Construtora Passarelli, Correios, Decathlon, Estácio, EY, Gol, Itaú, Johnson & Johnson,...

Pacto pelo Esporte é eleito uma das ações mais ousadas do ano

  O Pacto pelo Esporte, iniciativa de empresas patrocinadoras por mais gestão e transparência no esporte, foi eleito pelo site Máquina do Esporte uma das ações mais ousadas do mercado esportivo brasileiro em 2015.   O lançamento do pacto, iniciativa da Atletas pelo Brasil, Instituto Ethos e LIDE Esporte, reuniu 20 empresas no dia 28 de outubro. “O negócio pode fazer com que, pela força da grana, a gestão do esporte no país tenha um salto de qualidade”, diz o site Máquina da Notícia.   O acordo estabelece contratos terão que seguir regras mais rigorosas de gestão, exigindo transparência de confederações, federações e clubes que recebem patrocínio. Os contratos já em vigor serão respeitados. Após o período de dois anos da assinatura do pacto, os novos patrocínios passarão a seguir as regras firmadas pelo acordo.   Estão no pacto algumas das principais patrocinadoras do esporte no Brasil e apoiadores da Rio-2016. A lista completa de empresas signatárias do pacto é: Aché, Banco do Brasil, Bradesco, BRF, Carrefour, Centauro, Coca-Cola, Construtora Passarelli, Correios, Decathlon, Estácio, EY, Gol, Itaú Unibanco, Johnson & Johnson, McDonald’s, P&G, Somos Educação, TAM e Vivo. Para mais informações acesse:...

Ana Moser: Um pacto para que o apoio ao esporte continue após Rio-2016

A presidente da Atletas pelo Brasil, Ana Moser, deu uma entrevista para o jornal O Globo na última sexta-feira (20). Ela disse que o Pacto pelo Esporte, lançado em outubro deste ano, tem como objetivo “manter e ampliar o número de empresas que se sentem confiantes a investir no esporte” após os jogos Rio-2016. “É uma questão de gestão e de transparência. Não é construção de ginásio, ponte ou metrô. Mas é um legado esportivo, algo que vai ficar para a estrutura do esporte no Brasil”, declarou. Além disso ela antecipou que, dia 9 de novembro, será lançado o II Relatório Cidades do Esporte. O Programa Cidades do Esporte tem como objetivos promover a importância do esporte nas políticas públicas, realizar um diagnóstico e monitorar anualmente a evolução dos indicadores nos municípios, além de fomentar o intercâmbio entre as cidades por meio da divulgação boas práticas. Confira no link abaixo a reportagem completa:...