Atletas pelo Brasil lança a websérie “Temos um Pacto” no Avesso TV

Ex-atletas como Ana Moser, Raí, Mauro Silva, Gustavo Borges e Magic Paula falam sobre os diversos aspectos do acordo e seu impacto tanto para entidades esportivas como para o desenvolvimento do esporte de um modo geral. O Pacto pelo Esporte é voluntário e visa definir regras e mecanismos nas relações de investidores com entidades esportivas, como confederações, federações e clubes. As cláusulas tratam das novas condições nas áreas de gestão, governança e transparência para melhoria dos patrocínios feitos pelas empresas às entidades. “O Pacto não é nenhum poder público. É uma relação dentro da sociedade civil, mas que preza pelas regras previstas em lei. É o caminho de construção de um esporte muito melhor para o futuro”, comenta Ana Moser, presidente da Atletas pelo Brasil, ONG articuladora do Pacto junto com o Instituto Ethos e o LIDE Esporte. O acordo foi lançado com a participação vigente de 20 empresas signatárias, dentre as quais as maiores do Brasil nos segmentos de aviação, alimentos, educação, finanças, varejo esportivo, entre outros. De acordo com Jorge Abrahão, presidente do Instituto Ethos, “as empresas têm uma capacidade enorme de induzir, porque geram informação, têm capacidade de convocação, capacidade financeira e você pode de alguma maneira utilizar esses potenciais para transformação.” O Pacto é uma iniciativa de longo prazo e pretende aumentar os patrocínios às entidades e ao esporte, a fim de garantir a credibilidade e a segurança do investimento. Com isso, espera-se que o esporte seja ainda mais valorizado. São signatárias do pacto: Aché, Banco do Brasil, Bradesco, BRF, Carrefour, Centauro, Coca Cola, Construtora Passarelli, Correios, Decathlon, Estácio, EY, Gol, Itaú, Johnson & Johnson,...

Pacto pelo Esporte é eleito uma das ações mais ousadas do ano

  O Pacto pelo Esporte, iniciativa de empresas patrocinadoras por mais gestão e transparência no esporte, foi eleito pelo site Máquina do Esporte uma das ações mais ousadas do mercado esportivo brasileiro em 2015.   O lançamento do pacto, iniciativa da Atletas pelo Brasil, Instituto Ethos e LIDE Esporte, reuniu 20 empresas no dia 28 de outubro. “O negócio pode fazer com que, pela força da grana, a gestão do esporte no país tenha um salto de qualidade”, diz o site Máquina da Notícia.   O acordo estabelece contratos terão que seguir regras mais rigorosas de gestão, exigindo transparência de confederações, federações e clubes que recebem patrocínio. Os contratos já em vigor serão respeitados. Após o período de dois anos da assinatura do pacto, os novos patrocínios passarão a seguir as regras firmadas pelo acordo.   Estão no pacto algumas das principais patrocinadoras do esporte no Brasil e apoiadores da Rio-2016. A lista completa de empresas signatárias do pacto é: Aché, Banco do Brasil, Bradesco, BRF, Carrefour, Centauro, Coca-Cola, Construtora Passarelli, Correios, Decathlon, Estácio, EY, Gol, Itaú Unibanco, Johnson & Johnson, McDonald’s, P&G, Somos Educação, TAM e Vivo. Para mais informações acesse:...